terça-feira, 9 de maio de 2006

Qualquer dia, sim.

Era bom que fosse sempre verdade quando respondo que sim se me perguntam se está tudo bem. Talvez devesse passar a responder "Não. Mas vai ficar. Vai ficar tudo bem."

4 comentários:

mj disse...

O pior que me podem responder é um "vai indo" apático daqueles de quem vive porque nasceu e atura o trabalho, o marido e os putos porque morrer há de ser pior..
Mas sim, podias responder mais vezes "não está mas vai estar" porque não duvido que hás de chegar a um "tudo bem" genuino.

Deb disse...

olha que 3 ;)

ARN disse...

Pois é.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.