quarta-feira, 12 de abril de 2006

Numa noite qualquer.

- Onde é que queres que te deixe? Em casa? - perguntou ela.
- Não. Não quero que me deixes em lado nenhum. Nunca. - respondeu ele.
- Está bem. - disse ela.

Houve uma pausa.
E em seguida houve um beijo extremamente sensual em que o lábio inferior dela deslizou lentamente por entre os lábios dele. Tinham os olhos apenas semicerrados e não sorriam.

Vrruuuuuum!

E foram felizes para sempre.

2 comentários:

Sweet Patrice disse...

Pfff....uma pessoa afasta-se do mundo dos blogs e quando chega depara-se com estas coisas :| Meus deus, o que andei a perder, tenho que ler tudo o que deixei escapar. És possuidora de um dos blogs que mais prazer me dá ler. Parabéns! :) *

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.